Pe. Wilson Denadai

Padre Wilson Denadai

Pároco em dois períodos

Março de 1988 a março de 1990

Fevereiro de 1993 a novembro de 2002

O Pe. Wilson Denadai nasceu na maternidade de Campinas, às 18 horas do dia 13 de Janeiro de 1948, embora seus pais residissem no então distrito de Hortolândia. É filho de Antonio de Nadai e Ana Vedovatto de Nadai.

Iniciou seus estudos na escola mista do então bairro de Nova Veneza com a professora Olímpia Benedita Paiola, completando a quarta-série no Grupo Escolar Prof. André Rodrigues de Alkmim, na cidade de Sumaré, SP. Ainda em Sumaré, também cursou o primeiro grau no Ginásio Estadual e formou-se Técnico em Contabilidade no Colégio Comercial.

Durante seus estudos, trabalhou na Metalúrgica Eletrometal Aços Finos S/A e, por muitos anos, na 3M (Minesota Manufatureira e Mercantil Ltda), de onde se demitiu aos 30/11/68 para ingressar inicialmente no curso de Filosofia da PUCCAMP e posteriormente no curso de Teologia dos Frades Capuchinhos no Seminário São Francisco em Nova Veneza, a fim de preparar-se para o Presbiterato para a Arquidiocese de Campinas.

Foi Ordenado Presbítero por Dom Antonio Maria Alves de Siqueira no dia 07 de Julho de 1974, na Igreja Matriz de Nova Veneza. Inicialmente, foi vigário paroquial na Matriz de São José, em Mogi-Mirim e, no dia 07/11/74, assumiu sua primeira paróquia em Limeira: a Paróquia Nossa Senhora Aparecida.

Com o abrupto falecimento de seu pai, foi transferido para Sumaré  como vigário paroquial da matriz de Sant’Ana e, a seguir, permaneceu nove anos ligado à Província dos Capuchinhos de São Paulo. Trabalhou na Basílica N. Sra. Aparecida, em São José do Rio Preto, SP e nas favelas de Americanópolis, na capital. Foi ecônomo provincial na sede da Província e professor em seus seminários filosófico-teológicos. Durante esse tempo, a pedido de seus superiores, formou-se bacharel em Psicologia e Psicólogo Clínico pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Em 1986, é re-incardinado na Arquidiocese de Campinas por D. Gilberto Pereira Lopes. Passa então a assumir os Cargos de Capelão Geral do HC-UNICAMP, Administrador das Comunidades da Vila Costa e Silva e Santa Genebra, Pároco da Paróquia Bom Jesus do Bonfim, Reitor do Seminário Imaculada-Teologia, Professor nos Institutos de Teologia e Psicologia da Puccamp e Pároco da Paróquia Cristo Rei.

Durante seu trabalho como Capelão, fez também o mestrado em Psicologia Clínica, apresentando sua dissertação conclusiva com o título: “A morte como símbolo de transformação”, dentro da abordagem teórica da Psicologia Analítica de Carl Gustav Jung.

De 1984 até os dias atuais, atua como Psicólogo Clínico, presentemente num trabalho de psicologia clínica social e no atendimento de religiosos e seminaristas.